CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

domingo, 5 de agosto de 2012

MEDALHA DE OURO


FONTE DA IMAGEM: seattletimes.nwsource.com/ABPub/zoo

Sempre existe, sempre existirá, a tensão de opiniões sobre "o último lugar, a medalha de bronze, são tão válidos quanto o primeiro lugar, a medalha de ouro", e tals, e tals.

E essa volta ao assunto, como a volta a qualquer outro assunto batido é válido, sempre será válido. A língua não é renovação inédita; é renovação também repetitiva.

E sobre o primeiro/último, gostei de um "lance" da China; ensinam isso em determinadas escolas, preparam os alunos para o último lugar e para o primeiro, para o segundo, terceiro, quarto lugar; isso tudo é circunstancial e tem valores independentes.

A história das medalhas de ouro é de glória; é como se fosse um filme real, carregado de exemplos, de incentivos morais. Elio Gaspari comentou sobre Gabby Douglas, aliás, e remeteu ao filme "Karatê Kid". A menina tem uma história/"filme", é determinada, sabia o que queria, foi atrás. Queria o que conquistou, e deve querer outras coisas que vai conquistar. É uma campeã....

Não penso que deve haver complexos valores sociais na cabeça dela; acho que há primordialmente o mesmo que havia na cabeça de Ayrton Senna; vitória, glória, e valores sociais saudáveis.
 
Claro, ninguém é perfeito, socialmente, principalmente. Sob determinados pontos de vista Senna era um burguês; gostava de mulheres... hmmmm... Xuxa, Galisteu... mulheres que achava bonitas :o), e de moral complexa (digamos); poderia se apaixonar e dar chances a várias dondocas sociais "perfeitas", mas optava por "mundanas" (sentido complexo, ok?).
 
Gabby Douglas é uma menina, mas seus olhos trazem o brilho da maturidade da vontade; da potência; terá que lidar com forças sociais potentes e complexas; espero que consiga ser feliz de verdade ao descobrir que a relação entre vitória pública (status) e essencial não são tão próximas (a maconha de Phelps que o diga)...
 
Ela é linda, e carrega uma aura sensacional, o brilho dos gloriosos que nascem para dar o exemplo que na literatura Homero e Shakespeare, principalmente, em seus tempos e também em outros, tentaram dar, o exemplo da luta férrea por objetivos que se insinuam grandemente para nós e que podem trazer os melhores resultados possíveis da vida. Ela é um exemplo grande, mas há milhares de pequenos parentescos disso... Lutar, seguir, prosseguir... todos...

Nenhum comentário: