CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

domingo, 29 de janeiro de 2012

QUEM É LUIZA? SE ESCREVE COM Z OU S? COMO ISSO É IMPORTANTE...


REFERÊNCIAS DAS IMAGENS:

curiosaidade.com.br
clavatown.blogspot.com
gate4.wordpress.com

QUEM É LUIZA? QUE PORRA DE ÚTIL, ALÉM DE ... FORA, ESTAVA FAZENDO NO CANADÁ? Não sei quem é Luiza, graças a Deus ainda não a vi e espero não ver; mal sei coisas do Canadá, mas abro o UOL para ver notícias daqui e lá está, o irmão de Luiza aceita propostas para ser modelo (rssssss...), o que me remete à palavra "modelo", dentro das necessidades ou invenções fúteis da sociedade... Modelo... Nossos filhos precisam tanto de modelos, na política, no esporte, na vida toda enfim... Mas... Modelos...(?) Fiquei pasmo quando me disseram que há faculdades envolvidas nisso, cujos cursos podem durar até 7 anos. Não há como não ficar pasmo. Assisti o filme em que a personagem representando a bambambam da moda encomenda diretamente um livro de Harry Potter (um lixo, embora o filme tenha seus créditos, debaixo da exaustão que propôs) diretamente da autora, para seus filhos. Se aquele filme mostra mais ou menos fielmente o mundo da moda, confirma, nosso mundo e o que as pessoas querem é muito mais estranho e fútil no "topo" dessa sociedade, do que se poderia pensar. E uma grávida, com um vestido para lá de horroroso (moda parece tocar -com relação para lá de estranha- em arte, e talvez isso é que explique sua longevidade) e com uma proposta que coraria Orson Welles sobre pregar peças estúpidas na sociedade sempre pronta a acreditar em tolices, eternamente ávida pelo diferente raso. E abro o UOL e está lá a porra da mulher de vestido de listras pink rosa... Não parou ainda... Para onde está indo o jornalismo? Sempre foi assim e eu é que tive uma visão tola, inocente da coisa? Como em outro assunto, a área de esgoto está muito próxima da área de lazer, perigosamente perto, e pior, perto dos interesses da seriedade necessária... Só que "naquele assunto" sabemos distinguir instintivamente muito bem as importâncias e modo de agir... Virão por aí muitas coisas ainda, pois este país maravilhosamente livre não parece ter entendido que às vezes é preciso punir, mesmo levemente, mas exemplarmente, pois evitando-se "modas" se garantirá a liberdade da maioria a não ser obrigada a suportar lixo na cara em grandes escalas, e pior, lixo repetido... Jornalismo moderno... (????) não sei... tenho muitas dúvidas sobre a mão que estão pegando, acho que talvez antes do que se possa pensar, algo ou alguéns terão coragem de dizer, "vamos voltar, o caminho estava errado, as placas nos enganaram (afinal algum diabo sempre tem que levar a culpa em terra com falta de consciência)".




Nenhum comentário: