CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

sábado, 10 de maio de 2008

LONGE DO MUNDO, PERTO DOS SONHOS, PERTO DOS SONHOS, PERTO DE MIM.


NOTE: AS MULHERES SÃO DISTANTES... E TÃO PRÓXIMAS...





TRAVAM-SE NOS CÉUS DE MEUS PENSAMENTOS COMBATES IMPLACÁVEIS, SÁBADO E DOMINGO DISPUTAM PALMO A PALMO, COM FÚRIA SANGRENTA O DIREITO DE REGER A MELANCOLIA DE MEU SER. O SÁBADO ATACA, FAZ OS ANÚNCIOS DA NOITE SEREM ATRATIVOS FRENTE A AUSÊNCIA DE TOSTÕES EM MEUS BOLSOS. O DOMINGO MOSTRA PROPAGANDAS COM OS CARROS QUE EU TINHA E PODIA PASSEAR ESTRADAS E SONHOS AFORA.

RUDYARD KIPLING DIZ: “SONHAR, SEM FAZER DOS SONHOS OS TEUS SENHORES”, MAS O DESOBEDEÇO, FAÇO DOS SONHOS OS MEUS SENHORES, A FUGA, O BLADE RUNWAY, CAÇO A MIM MESMO, CAÇO DIAS E RECANTOS MEMORIAIS ONDE POSSA ME ESCONDER,

FAÇO O DOCE AMOR COM A LOIRA DOS CABELOS CRESPOS E OLHAR DE PONTOS DE INTERROGAÇÃO. COMO PITANGAS VERMELHAS QUE SAIRAM DOCES ENTRE AS ABELHAS PRETAS E ABELHAS AMARELAS... RISCO O NOME DO PRIMEIRO AMOR, COM GIZ NA CALÇADA, ISSO MESMO, IGUAL O RENATO RUSSO FEZ, FUJO PARA AS QUARTAS-FEIRAS QUE ME ESCONDEM DA SEGUNDA E TERÇA E DISTAM-ME DO SÁBADO E DOMINGO... O SOL NÃO ME ACHA ENTRE OS FLAMBOYANTS SOBREVIVENTES, COM SEUS ARCOS QUE LEMBRAM AS ÁRVORES DO PEQUENO PRÍNCIPE, MAS “PRA SER HONESTO, SÓ UM POUQUINHO INFELIZ... MAS TUDO BEM, TUDO BEM” (R.R.). ÀS VEZES, NA MADRUGADA, OUÇO LATIDOS DE CÃES E ME COMPADEÇO DOS HOMENS CONTROLADOS PELO ÁLCOOL, QUE VOLTAM TROPEÇANTES, MAS SINTO MEDO DE MIM, E DAS RAZÕES ABSURDAS QUE CONSTROEM A VIDA, SINTO MEDO DE NÃO VOLTAR A DORMIR...

LEMBRO-ME DA RUIVA DISTANTE, QUE NUNCA ESTEVE TÃO DISTANTE, LEMBRO QUE TENHO A SORTE DE TER O ACONCHEGO BRANCO DAS IDAS NÃO AGENDADAS... CONTE MAIS, CONTE MAIS, DIZEM AS MENINAS QUE DANÇAM E A SANDY DIZ: O TRAVOLTA FOI TÃO GENTIL, DEPOIS DE FINGIR QUE NÃO ESTAVA NEM AÍ... CONTE MAIS, CONTE MAIS, E DIZ TRAVOLTA, FIZ AMOR COM ELA QUANDO O SOL RECÉM SE ESCONDEU NA NOITE... “ESTOU COM CALAFRIOS, E ELES ESTÃO AUMENTANDO”.

EU NÃO CONTAVA COM A ASTÚCIA DO CHAPOLIM COLORADO, MAS CONTAVA MENOS AINDA COM A ASTÚCIA DE BAUDELAIRE, DEVERIA CONTAR, MAS ACHEI QUE ERA “MERA POESIA POR POESIA”; NO ENTANTO, ELE DISSE: “O MAIO TRUQUE DO DIABO, FOI FAZER TODOS PENSAREM QUE ELE NÃO EXISTE”. E ACHO QUE MESMO QUEM ACREDITA EM DEUS E NO DIABO, SÓ FAZ ISSO POR AUTOMAÇÃO E REALMENTE, SE TIRAR O MEDO DE DEUS E DO DIABO, CAPAZ DE SOBRAR QUASE NADA OU NADA... MAS O DIABO É A CORRUPÇÃO QUE ATACA SIM, PELAS ESCURAS CAVERNAS DO PENSAMENTO QUE LUTAM COM AS CAVERNAS LUMINOSAS. O DIABO, SIM, NÃO GOSTA DE ALHO E QUER APODRECER TUDO DE BOA VONTADE. MAS É MUITO PIOR DO QUE PENSAM OS QUE DELE SE ACHAM DEFENDIDOS. A DISPOSIÇÃO DO HOMEM, EM TEMER, FINGINDO QUE NÃO TEME, E DESVIAR-SE DO SUFRÁGIO ENQUANTO DIZ “PERDOAI A NÓS PECADORES” O TORNA FRACO E MAL DISPOSTO EM ARRUMAR AS COISAS, A NÃO SER AQUELAS DO ARMÁRIO E DA PRATELEIRA...

UMA NOITE DESSAS VOLTO PARA AS BOATES, PARA CHEMICAL BROTHERS, QUEM SABE PRODIGY E NEW ORDER. É INTERESSANTE SABER QUE A TOLICE RASA DE ALGUNS QUE ME CONHECEM PARCIALMENTE POSSAM PENSAR QUE UM DIA USEI ALGUM TRECO, PULMÕES OU VEIAS ADENTRO... TODOS TÊM DIREITO DE PENSAR ERRADAMENTE, E NÃO TIRO DIREITOS, MAS ME DIVIRTO EM SABER QUE SOU ÍNTEGRO, QUE SOU O VILÃO BONZINHO E NÃO O BONZINHO VILÃO... DOU BOM DIA ÀS TONTAS E AOS TONTOS, E NA INGENUIDADE DELES FAÇO NINHO RASO. NUNCA SABERÃO QUE A ÚNICA DROGA QUE USO É A POESIA. DROGA ACESSÍVEL A TODOS, CAPAZ DE SAIR DE DENTRO DO BARATO PERFUME DA AVON, DAS PALAVRAS DO MENTIROSO ROMÁRIO QUE DIZ A VERDADE E DE SEU GOL QUE LEVOU-NOS PARA GANHAR A COPA NOS EUA, SAI DAS BESTEIRAS, DO SOM QUE SE APLACA COM A DIMINUIÇÃO DA LUZ, COM A DESCOBERTA DE QUE TEM-SE QUE FAZER DE CONTA QUE É CRIANÇA PARA SOBREVIVER À CARGA VITAL... SABE, EU GOSTO DE COISAS BOAS, PORQUE QUANDO EU NASCI, HÁ POUCOS SEGUNDOS TINHA ENFRENTADO A MORTE, O OXIGÊNIO VEIO TARDE, E TIVE MEU PRIMEIRO CONTATO COM A MORTE NO INÍCIO DA VIDA... A INDESVIÁVEL TEM UMA LINGUAGEM FRIA, MAS A FRIEZA É QUE SALVA O HOMEM DE SI PRÓPRIO, SALVA-O DE PERDER-SE EM SONHOS E CUMPRIR O DESCONSELHO SOBRE RUDYARD, QUE DIZ “NÃO FAÇA DOS SONHOS OS TEUS SENHORES”... MAS USO RUDYARD, “FAÇA DOS SONHOS OS TEUS SENHORES POR ALGUNS MINUTOS “, ESSES MINUTOS É QUE TE FARÃO ETERNO, É QUE TE RECONSTRUIRÃO, SE TIVERMOS A MÍNIMA CHANCE DE UMA FANTÁSTICA RECOMPOSIÇÃO...

TEM DIFICULDADES PARA SONHAR? ENTÃO LEIA NOVAMENTE “O PEQUENO PRÍNCIPE”, “FÁBULAS”, ASSISTA SENHOR DOS ANÉIS, ASSISTA “ARIZONA DREAM”, MAS SOBRETUDO, FAÇA AMIZADE COM LOUCOS, COM LOUCOS INOFENSÍVOS, CAMINHE SOB A LUZ E OBSERVE QUE A COMPOSIÇÃO LÓGICA DO MUNDO NÃO SE ACHOU SUFICIENTE E PRECISOU DA LOUCURA PARA DAR RAZÃO À PRÓPRIA EXISTÊNCIA.... “Onde está você? Estou tão ARREPENDIDO QUE NÃO CONSIGO DORMIR NEM SONHAR À NOITE. PRECISO DE ALGUÉM E SEMPRE ESSA ESCURIDÃO TRISTE E SINISTRA. CHEGA DE FININHO E ME ASSUSTA ENQUANTO EU OLHAVA... EU CONTAVA AS TEIAS DAS ARANHAS...”

BLINK 182... I MISSING YOU... ESSA, AQUI NO YOUTUBE: http://br.youtube.com/watch?v=iYEM68HIm0Y Então, é linda, tudo a ver com melancolia... Em inglês começa assim:

Hello dear, the angel from my nightmareThe shadow in the background of the morgueThe unsuspecting victim of darkness in the valleyWe can live like Jack and Sally if we wantWhere you can always find meWe'll have halloween on ChristmasAnd in the night we'll wish this never endsWe'll wish this never endsI miss you, miss youI miss you, miss you

Cuja tradução é:

Olá querida, anjo do meu pesadelo Sombra na escuridão do necrotério Vítima insuspeita das trevas do vale Podemos viver como Jack e Sally se nós quisermos Onde você sempre me encontrará E celebraremos o dia das bruxas no natal E à noite desejaremos que isso nunca acabe Desejaremos que isso nunca acabe Sinto a sua falta, Sinto a sua falta

E para esse “querida” pode haver tantas significações e nenhuma pessoa em especial. Pode ser simplesmente a resposta, “sou um bloco melancólico desde que escapei da morte, bem ali na boceta de minha mãe, que se abriu para o prazer de meu pai numa noite em que jamais poderia imaginar conseqüências, como todas que tem boceta e abrem as pernas. (Saramago diz: "e sempre abrirão para que entre ou saia alguma coisa", e ele falava da boceta de uma ex virgem Maria; saiu barato o exílio... se considerarmos o que os homens foram capazes de fazer em nome de Deus, em nome, mas não em Deus...). Minha mãe e meu pai autorizariam, bem explicado o caso, eu falar assim tão “desrespeitosamente”. À maneira deles, me deram a liberdade suficiente para que me construísse poeta... Tinha um tipo de liberdade mental inexplicável para a retidão em que sempre viveram no tocante ao básico dos pilares morais...

Raul, o totem dos maconheiros, embora tenha construído mais uma das aberrações do ato de adoração gratuita, dizia “eu prefiro ser essa metamorfose ambulante”, provando mais uma vez, que o óbvio pode ser genial... Então, eu prefiro ser essa enganosa metamorfose ambulante, que muda, mas não muda, não muda, mas muda...
Sinto tua falta querido anjo, sinto tua falta, querido aconchego das noites em que me perco e só encontro a luz em você... nas lembranças em que esqueço que sou poeta e lembro-me que antes de tudo isso, sou um mero homem... maravilhosamente, apenas um homem...

Um comentário:

Bípedes disse...

Olá!

Meu caro amigo de blog, aqui retorno depois de algum tempo, e vejo que continua com sua escrita cortante e suave,para não ferir todos, isso é bom já que nem todos estão preparados para acordar de um sonho que era sono e não um sonho de vida.

Um amplexo!