CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

sábado, 15 de março de 2008

A POESIA CONFUSA DAS VOZES ALHEIAS


- Cara, que vontade de chupar um bico de peito, podia ser um "peitim" mesmo... ia demorar um tempão ali, mamando... Quer dizer, acho que não... Tô numa vontade, caaara, "cê num" imagina...

- O "Curíntia" empato...

- People have the power...

- Sei que ele vai batendo aquele martelo, até estourar pedaço de concreto, parece que o negócio dele é esse, estourar concreto.

- Ficarei aqui pensando um pouco... Nem esquenta, não contarei nada pra ninguém...

- Ei, essa que á a Evil Lavrigne? KCT, é boa, heim...

- Camilo era bicho brabo, heim... nem amigo perdoou... Ei, pode ler mais pra mim noutro dia?

- Cara, o Roberto dá as frases dele, disse: "Nada resiste ao trabalho"...

- Por que tanto sono num horário destes?

- A Cleópatra era nariguda e puta...

- Então, quando eu era pequeno acreditava em Papai Noel...

- Lembro-me, Shang Shi se entregou para Morfeu apenas quando não havia mais a mínima chance de continuar a resistir... Que o restaurou, após uns poucos minutos de ensaio para a morte.
- A guriazinha soletra so-le-ne-men-te.
- Dizer tchau é o mínimo viável...


Nenhum comentário: