CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

A ARTE DE SE RELACIONAR






SOREN KIERKEGAARD, escreveu um livrinho sobre nosso desespero. Muitos foram os homens inteligentes e argutos como Soren que se dedicaram a tratar da angústia que nos assola, quanto às interrogações vitais. Sua atitude de deixar de lado a doce Regina, que amava profundamente, pra desenlaçar os milhares de nós do amálgama que, através de pregações religiosas paternas, lhe caiu na cara da existência, logo ao início da formação, deixa até mesmo leitores atuais de sua biografia, estupefatos. Mas não deveria ser assim, penso... Deveríamos ter naturalmente que as relações humanas, baseadas na impossível inexistência de Deus, só poderiam ser como são, extremamente conturbadas, devido à busca de equilíbrio entre a natureza primeva e a moral, civilizada... Pobre Soren, morreu com 42 anos, atormentado por tudo que perdeu, seus livros, tão importantes que influenciaram gente como Sartre e o nascimento do existencialismo, levaram 12o anos para receber luz relevante... Ontem me lembrei de um dia que uma garota insinuou que eu devia ajudá-la falando em seu favor, com alguém que conheço... E lembrei que fiz isso, fiz o que pude, através do que entendi... E os resultados, não sendo para ela todos frutos que esperava, mostrou do que é feita... Santo Sören, ninguém quer ser a não ser o mesmo... "...sempre mais do mesmo..." (frase de R. Russo, mas com sentido diferente daquele que genialmente empregou). E quando viramos as costas, vem La Fontaine, o velho, o menino, e o burro...

Nenhum comentário: