CAMPO DOS GUAICURUS

CAMPO DOS GUAICURUS

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

ERROS, CAPACIDADE, RUDYARD KIPLING.





ERROS

Que ótimos são os erros para a nossa área e para o período que estamos vivendo. Quem tem vontade mas falta coragem tem que acreditar na palava "vamos". Vamos escrever, todos... aqueles que se sentem impelidos. No Facebook, nos jornaizinhos, nos murais, em blogs, vamos escrever... Vamos ERRAR sem medo e pedir ajuda, se isso calhar; e analisar; analisar, isso parece sempre calhar. Vamos usufruir o mais perfeito espelho da alma, a escrita, o diário. A crítica saudável é a sombra benéfica que pode ser chamada de "anjo que guarda", e a desdenhosa, a cegueira a ser ignorada

Bem, sai aqui o errante Dante Sempiterno, para entrar um sujeito para falar algo mais belo acerca disso: Rudyard Kipling:

"SE ÉS CAPAZ"

Se és capaz de manter a tua calma quando todo mundo em redor já a perdeu e te culpa. De crer em ti quando estão todos duvidando; e a esses, no entanto, desculpar;

Se és capaz de esperar sem te desesperares, ou, enganado, não mentir ao mentiroso, ou sendo odiado, sempre ao ódio te esquivares. E não parecer bom demais ou pretensioso;

Se és capaz de sonhar, sem fazer dos sonhos os teus senhores. De pensar sem que a isso só te atires,Se encontrando a desgraça e o triunfo conseguires tratar da mesma forma a esses dois impostores; 

Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas em armadilhas as verdades que disseste e as coisas por quais deste tua vida estraçalhadas, e refazê-las com o que de bem pouco te reste;

Se és capaz de arriscar numa única parada tudo o que ganhaste em toda a tua vida e perder, e ao perder, resignado, sem nunca dizer nada, tornar ao ponto de partida; De forçar coração, nervos, músculos, tudo a dar seja o que for que neles exista, e ao persistir assim quando exausto contudo resta a vontade em ti que ordena: “Persiste”;

Se és capaz de entre a plebe não te corromperes e entre reis não perder a dignidade e a naturalidade;E dos amigos, quer bons quer maus te defenderes;

Se és, a todos que pode, ser de alguma utilidade; Se és capaz de dar segundo por segundo, ao minuto fatal todo o valor e brilho; Tua é a terra com tudo que existe no mundo, e o que é ainda muito mais, és um homem meu filho!


Nenhum comentário: